Barragem/Açude Insuflável de Abrantes

4.33 avg. rating (87% score) - 9 votes

Canoagem na barragem de AbrantesEsta  barragem insuflável em Abrantes tem 240m  e foi construída em 2004 e custou cerca de 10 milhões de euros e foi construída para para fins de desporto e  lazer.

Com cerca de 240 metros de comprimento, consiste numa construção de engenharia hidráulica bastante avançada, com tecnologia de ponta proveniente do Japão da empresa japonesa Bridgestone – foi uma borracha preparada para suportar as elevadas pressões a que o dique está sujeito, particularmente durante o Inverno, tendo em conta os ecossistemas existentes (possibilitando a passagem das espécies através de uma plataforma).

Barragem em Abrantes - Vista aéreaÉ o elemento estruturante do Aquapolis, permitindo a existência de um espelho de água (o maior espelho de água urbano de Portugal – fazendo juz à designação “Mar de Abrantes”) fundamental para a existência de espaços destinados à prática de desportos náuticos, motorizados ou não motorizados, e atividades de lazer.

Também há problemas, neste caso com a corrente visto que se pode tornar muito forte e tornar-se perigoso para os banhistas e canonistas. Para isso a Câmara Municipal de Abrantes investiu cerca de 200.000€ em placards de sinalização. Há também problemas no local do passa peixe onde pescadores vão pescar ilegalmente, com cana, rede ou mesmo á mão, o que é proibido. Também segundo os moradores da zona os peixes não conseguem passar pelo açude insuflável e com isso vão radiando as espécies piscícolas. Veja o vídeo e as imagens abaixo.

Mar de AbrantesVista do Mar de AbrantesAs pontes sobre o Mar de AbrantesAçude Insuflável de AbrantesBarragem de AbrantesBarragem Insuflável de AbrantesAçude de AbrantesBarragem Insuflável de AbrantesAçude insuflável de AbrantesBarragem de Abrantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Barragem/Açude Insuflável de Abrantes

  1. MÁRIO RODRIGUES says:

    A EXISTÊNCIA DESTA OBRA EM ABRANTES NO RIO TEJO TRATOU-SE E TRATA-SE DE UM ATENTADO CONTRA OS ECOSSISTEMAS E POR ISSO MESMO , PRESUMO, UM CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

  2. SSalvador says:

    A foto que mostra os canoístas não é no açude de Abrantes mas sim na Ribeira de Santarém. Foi uma prova do Clube de Canoagem Scalabitano da Ribeira de Santarém. Ao fundo vê-se a ponte Salgueiro Maia e a ponte D. Luis, em primeiro plano, a encosta das Portas do Sol de Santarém.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *