Praia Fluvial do Agroal – Formigais – Ourém

4.07 avg. rating (81% score) - 15 votes

Praia Fluvial do AgroalDas águas frias termais do Rio Nabão nasceu a praia fluvial do Agroal, numa piscina fluvial construída para relaxar nas águas frias da nascente do Agroal, que tem uma profundidade entre 0.90m e 2.70m pertencente á freguesia de Formigais, concelho de Ourém. Esta caracteriza-se pela água limpinha, limpinha (como o JJ disse um dia), mas também muuuuito fria. O rio Nabão é um afluente Zêzere. Nasce na freguesia de Ansião, na localidade de Olhos de Água, e a ele junta-se, mais abaixo a nascente do Agroal. Tem uma extensão de 665Km.

A localização deste paraíso no meio da natureza é o único não desta praia, pois não há praticamente indicações desta zona balnear até lá chegar. Por isso aqui tem as coordenadas GPS 39.679065, -8.436291. Também tem o mapa para ajudar a descobrir a praia fluvial no Agroal.

Infra-estruturas de Apoio á Praia Fluvial do Agroal

Nesta praia fluvial tem bastante apoio para os veraneantes e utentes da praia, tais como:

  • Praia com acessibilidade Reduzida
  • Praia com nadador salvador
  • Casas de Banho Grátis
  • Chuveiros
  • Espaços verdes
  • Mesas para merendasBem-vindo á Praia Fluvial Agroal
  • Pensão do Agroal
  • 2 Snack Bar/Restaurante (Cafetaria do Agroal e Galfurra)
  • Vendedores Ambulantes
  • Policiamento permanente
  • Parque de Estacionamento

Também há algumas restrições tais como:

  • Proibido Saltar ou Mergulhar para a piscina
  • Água imprópria para consumo humano
  • Proibido Animais (neste ponto não há muito controlo, infelizmente)
  • Proibido Pescar
  • Proibido bloquear escadas de acesso (também este ponto não é muito respeitado)
  • Proibido usar elementos flutuadores (barcos, canoas, etc).  No rio pode-se usarImagem de Cima da Praia Fluvial

Contactos Úteis

  • Bombeiro Voluntários Freixianda – 249 550 400
  • GNR – 249 540 310
  • Camara Municipal de Ourém – 249 540 900

Vídeo sobre a Praia Fluvial do Agroal

Algumas informações curiosas e pertinente sobre a praia do Agroal

Agroal Selvagem – Retrato natural de uma nascente Cársica

Nos terrenos calcários toda a chuva e água superficial infiltram-se rapidamente em profundidade, através das muitas fissuras, diaclases, algares e grutas que esburacam profusamente estes maciços rochosos. Essa água escoa-se para os abismos começando lentamente a confluir, inicialmente gota a gota e acabando depois por formar riachos subterrâneos, que são canalizados ao longo de quilómetros de condutas naturais escavadas no calcário, durante milénios. A água acaba finalmente por ressurgir à superfície, em nascentes geralmente situadas nas extremidades dos maciços, por vezes activas durante os meses mais quentes em que não chove.Agroal Selvagem - Retrato natural de uma nascente CársicaAgroal - Retrato natural de uma nascente Cársica

Analise da qualidade da água da Praia Fluvial do Agroal

Através da análise estatística do conjunto de dados sobre a qualidade da água do Agroal, recolhidos durante as últimas 4 épocas balneares, a Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. classificou a água do Agroal como para banhos, classificação que é revista de dois em dois anos.

As análises realizadas á qualidade da água ao longo dos últimos anos revelam valores contraditórios com a classificação agora atribuída, conforme se pode constatar nos quadros apresentados que resumem os dados das análises realizadas pela Administração da Região Hidrográfrica do Tejo, I.P. e Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. que foram ao longo dos anos, no decorrer da época Balnear , afixados na Praia Fluvial do Agroal

Análise da Qualidade da Água do Agroal

Declaração do médico José da Costa Pinto

“José da Costa Pinto, médico municipal de Freixianda da Camara de Vila nOva de Ourém, declaro por minha honra que as águas do Agroal situadas na área do meu partido e muito concorridas pelos povos desta região e dos concelhos de Alvaiázere, Pombal, Leiria, Ansião, Thomar, Ferreira do Zêzere, são de prodigioso efeito nos tratamentos de enterocolite e das conjuntivites. Também conheço casos de cura em certas dermatoses especialmente eritemas…”

Freixianda, 20 de Julho de 1930

Atestado do resultado das àguas do Agroal

“Joaquim Francisco Alves, facultativo municipal em Vial Nova de Ourém, atesto que tenho feiro uso das águas do Agroal e quási sempre com óptimo resultado, nas doenças de pele, nas nevralgias e nas doenças dos olhos, sendo também de aconselhar nas doenças do estomago e intestinos. Por ser verdade a me ser pedido, passo o presente atestado que assino.

Vila Nova de Ourém, 22 de Julho de 1930

Imagens da Praia Fluvial do Agroal

Piscina Fluvial do AgroalVista Praia Fluvial AgroalBanhistas na Piscina FluvialBanhistas na Piscina Fluvial do Agroal e o Rio ao ladoÁgua limpinha e friaPlaca Bemvindo á Praia Fluvial do AgroalFonte imprópria para consumo humanoCM Ourém - Qualidade da àguaAcesso Banhistas na Praia FluvialZona de lazerAcesso ao rioWC da praiaBandeira VerdeZona pedonalCafetaria do AgroalAcesso á Cafetaria do AgroalSnack Bar do AgroalPonte pedonal dobre o rio NabãoRio NabãoPensão do AgroalInformações ÚteisPlaca Ponte do AgroalZona de Passear a beira rioParque de estacionamento 2Placa Rio NabãoPlaca Freguesia de FormigaisPlaca Rua das TermasAlojamentoAlojamento em pedraRio com areal debaixo da ponte do Agroal no Rio NabãoAreal do AgroalZona de passearNadador SalvadorPlaca do AgroalParque de estacionamentoAcesso a praiaVenda AmbulanteVista de cima do bar/restauranteEstrada do AgroalControlo da àguaParque de estacionamento lotadoPoliciamento

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tagged , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Praia Fluvial do Agroal – Formigais – Ourém

  1. O poder curativo da água da praia fluvial de Ladroal.
    A água da praia Fluvial do Agroal cura determinadas doenças da pele e do aparelho digestivo. Esta realidade surge numa lenda criada há muitos e muitos anos e quem a criou, tinha conhecimento dessa cura.
    As lendas ao serem criadas, contêm sempre uma grande dose de maravilhosos, de fantasia, de imaginação, de um mundo irreal que só existe na mente de quem as cria . No entanto as lendas surgem para explicar determinados fenómenos que a ciência não consegue solucionar. Neste caso a lenda da Moura quer dizer que, apesar desta água não curar todos os males, cura algumas doenças da pele e também a nível do aparelho digestivo. Não é uma pessoa que o afirma são muitas, o que dá veracidade ao poder curativo destas águas e dá, igualmente, alguma credibilidade à lenda, não à lenda em si, mas o que ela deseja comunicar: levar as pessoas, a tomarem conhecimento do poder curativo dessas águas.
    Quem tem competências para falar sobre a formação dos lençóis de água subterrâneos em terrenos calcários refere: “Nos terrenos calcários toda a chuva e água superficial infiltram-se rapidamente em profundidade, através das muitas fissuras, diáclases, algares e grutas que esburacam profusamente estes maciços rochosos. Essa água escoa-se para os abismos começando lentamente a confluir, inicialmente gota a gota e acabando depois por formar riachos subterrâneos, que são canalizados ao longo de quilómetros de condutas naturais escavadas no calcário, durante milénios. A água acaba finalmente por ressurgir à superfície, em nascentes geralmente situadas nas extremidades dos maciços, por vezes ativas durante os meses mais quentes em que não chove”
    Deste modo esta água deve ter percorrido muitos quilómetros, não sabemos quantos, nem a sua profundidade, mas passou em determinados tipos de solos, assimilando as substâncias que este continha e por esse motivo adquiriu propriedades curativas para determinadas doenças, como acontece nas termas indicadas para as doenças da pele. Essas águas termais, durante o seu percurso, também assimilaram e assimilam substâncias existentes em diferentes tipos de solos o que lhe proporciona a cura , neste caso das doenças da pele.
    Há uma grande variedade de águas termais que curam ou aliviam doenças em todo o nosso corpo: reumatismo, asma, bronquite, garganta, estomago aparelho urinário, entre outros, Esta variedade de águas com poderes curativos diferentes passam igualmente por tipos de solos diferentes e assimilam as substâncias que existem nesses solos.
    Por exemplo as águas termais de São Pedro do Sul são ricas em enxofre e outras substâncias, porque o cheiro a enxofre é quase insuportável. Estas águas tiveram que passar por solos ricos em enxofre e como têm uma temperatura muito elevada, leva-nos a pensar que passam a grandes profundidades muito perto de vulcões ativos.

  2. Mário says:

    FLY-ON – Vídeo com imagens aéreas da Praia do Agroal

    https://www.youtube.com/watch?v=7gMF11x6qYY

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *