Parque de Campismo de Serrazes. O que resta dele?!

O parque de Campismo de Serrazes, São Pedro do Sul já foi um dia uma dos parques de campismo de topo da região. Agora o que resta são as estruturas do que foi um dia o parque, já um pouco fora da localidade de Serrazes. As Coordenadas GPS são: 40.738142, -8.124951

Há informação na internet que tem uma praia fluvial do parque de Campismo de Serrazes, mas nunca vi nenhuma praia fluvial nas redondezas. Tem mais abaixo mas muito uns poços do Rio Vouga.

Ainda existe placas de sinalização em Serrazes e arredores a indicar o parque de campismo, que acho que deveriam ser retiradas, pois andam a induzir em erro os viajantes. A entrada é por uma estrada de terra batida pois este encontra-se no meio do arvoredo.parque-campismo-serrazes

Havia recepção, deposito de água, torneiras com água, parque infantil e muito mais infra estruturas que agora estão ao abandono.

 

Imagens do Parque de Campismo Morto de Serrazes

Casas de Banho
Informação ainda disponível
Recepção do parque de Campismo
Arrumos

Entrada parque Campismo SerrazesZona SombraParque Infantil

Alojamento
Tanque de àgua
Alojamento madeira
Casas de banho

Casa do Guarda Florestal de Serrazes

Arrumlos Casa do Guarda Florestal de Serrazes
Placas indicação Parque campismo Serrazes
Placas indicação Parque campismo Serrazes
Serrazes
Placas indicação Parque campismo Serrazes
Entrada em terra batida
Tagged , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to Parque de Campismo de Serrazes. O que resta dele?!

  1. Mª Helena Guimarães says:

    Há na realidade uma pequena praia fluvial, bem perto do que resta do Parque de Campismo de Serrazes, de difícil acesso, mas muito agradável, com uma pequena ilha no meio do leito do rio. É a praia da Arrabidazinha. Tem um acesso difícil, agravado pelos recentes incêndios e pelo desleixo a que foi deixada pelas entidades competentes. Usufruí dela em tempos idos, quando era uma jovem adolescente em gozo dos meus meses de férias escolares.
    É uma pena não cuidarem daquelas estradas. Tão bonitas, silenciosas, onde só se ouvem os sons das cigarras nos dias muito quentes de verão…
    Agradeço as obras de melhoramento que têm feito nas piscinas de pedra granítica desse parque de campismo. Aquela água gelada, a brotar diretamente da nascente, revigora o corpo e a alma de quem nelas mergulha. Mais uma vez, o espaço envolvente foi esquecido. Seria crime maquilhar aquele espaço de modernices, mas mantendo o aspeto natural, as condições poderiam ser outras. A vantagem é que poucas pessoas conhecem o espaço e, portanto, os sortudos que lá vão podem desfrutar, de forma egoísta, toda aquela beleza natural…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.