Poço Azul – Praia Fluvial Selvagem perto de Santa Cruz da Trapa

5.00 avg. rating (97% score) - 3 votes

Os poços naturais são muito frequentes por estas zonas, neste caso vamos falar de um dos mais bonitos e de excelente acessibilidade para quem gosta deste tipo de praias fluviais naturais em que a natureza é que molda a zona envolvente. Aproveita para dar um banho nas águas cristalinas e bastante frias 🙂

Poço AzulPara quem vem pela N227 direção Vale de Cambra – São Pedro do Sul antes de chegar á localidade de Santa Cruz da Trapa vire á esquerda em direção a Sabrosa, Dianteiro, e aqui já tem indicação do Poço Azul. Se vier na direção contrária vire á direita e passado uns 1200m está no largo onde poderá deixar o carro. Nesta zona tem um largo com uma presa em que pode deixar a sua viatura e depois seguir a pé descendo bastante até chegar ao referido Poço Azul.

O Poço Azul localizado na aldeia de Sabrosa, a cerca de 4 Km de Santa Cruz da Trapa é um excelente local para ir a banhos em água pura e límpida do Ribeira da Landeira, afluente do Rio Vouga. As coordenadas GPS são 40.780905, -8.165033 mas só poderá levar o carro até á entrada do caminho empedrado que fica a cerca de 500m do poço. Estas são as coordenadas GPS: 40.780148, -8.161880

O Poço Azul é um local de rara beleza, que alia as águas cristalinas da ribeira da Landeira às rochas graníticas polidas pela erosão milenar, numa harmonia perfeita para os sentidos. A pequena queda de a água que aqui ocorre cria uma piscina natural muito procurada pelos banhistas. Aqui também encontra um parque de merendas e vários bancos para aproveitar a sombra e a beleza do poço azul, ou simplesmente ouvir a água a correr.

Vídeo do Poço Azul

O bosque ribeirinho bem constituído e o carvalhal proporcionam sombra todo o pro ano, completando o quadro idílico que aqui se pode viver.

O poço Azul é também um paraíso para a biodiversidade. A rara borboleta apatura-pequena faz deste vale a sua casa, presenteando-nos com as suas cores surpreendentes em tons de violeta. Nas quedas de água e rápidos, o melro-de-água alimenta-se dos numerosos macroinvertebrados que povoam estas águas.

Na encosta, alguns azevinhos pontuam o sub-bosque, e as esporas-bravas abundam nas margens dos caminhos. Estas espécies são características dos rios de montanha e de florestas com grande valor para
a conservação da natureza. Destas algumas são protegidas na Europa (azevinho e narciso), outras são muito raras (apatura), e outras são ainda indicadoras de ecossistemas bem conservados (gaiteiro-azul, li-cranço e salamandra).

O narciso-das-turfeiras aproveita os solos profundos e escuros junto ao rio para crescer. Nos carvalhais, a salaman-dra-de-pintas-amarelas e o licranço alimentam-se de pequenos invertebrados. A libelinha gaiteiro-azul espreita entre a folhagem dos amieiros, com os seus tons em verde (fêmea) e azul (macho) metálico.

Imagens do Poço Azul e sua envolvente

           
           
 
   
       
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tagged , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

6 Responses to Poço Azul – Praia Fluvial Selvagem perto de Santa Cruz da Trapa

  1. Gemima Somano says:

    Olá boa tarde , gostaria de saber se existem outros meios ( transportes públicos ) para chegar até aí ?
    Mudei-me recentemente para Gaia mas conhecemos muito pouco as rotas.

    Cumprimentos

  2. jorge luis barbosa da costa says:

    Muito obrigado
    Haverá alguma praia fluvial na zona de Viseu tirando alcafache que possa ser visita sem ver devastação dos incêndios. que poderemos visitar nessa zona?.
    Muito obrigado pela atenção.

  3. jorge luis barbosa da costa says:

    Boa tarde
    Gostaria de saber em tempo útil antes de 5 de Setembro 2016, se a zona do Poço Azul Sta Cruz da Trapa foi afectada pelos incêndios de este ano. Obrigado

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *